23 fevereiro 2010

83 anos de Bezerra da Silva

"José Bezerra da Silva (Recife, 23 de fevereiro de 1927 — Rio de Janeiro, 17 de janeiro de 2005) foi um cantor, compositor e violonista, percussionista e interprete brasileiro dos genêros musical Coco e Partido Alto, sub-genêros do Samba. Considerado o embaixador dos morros e favelas, cantou sobre os problemas sociais encontrados dentro das comunidades, se apresentando no limite da marginalidade e da indústria musical, também é considerado um dos principais expoentes do samba do estilo partido alto." - Wikipedia

Bezerra foi um dos mestres do "samba malandragem". Rasgou a consciência dos brasileiros falando verdades ocultas pela imprensa, encaixava palavrões com duplo sentido em músicas de protesto que fazia rir, encarou de frente os "malandros sem malandragem", protestou com samba, riu da polícia, definitivamente, escrachou.

Marcou a história com a música "Malandragem Dá um Tempo", relida por vários artistas consagrados. Mas não foi só. Bezerra fez muito mais. Em seu repertório, vasto de genialidade do morro, estavam músicas conhecidas pelo povo, tocadas nas melhores e mais ouvidas rádios, nas emissoras de TV e nas rodas de samba de butequins e permanece até hoje: "Seqüestraram Minha Sogra", "Defunto Cagüete", "Bicho Feroz", "Overdose de Cocada", "Malandro Não Vacila", "Meu Pirão Primeiro", "Lugar Macabro", "Piranha", "Pai Véio 171", "Candidato Caô Caô", dentre tantas outras...

Esta é minha homenagem ao velho Bezerra, que hoje, se ainda entre nós, completaria 83 anos. Mas como bom malandro, fez seu dever de casa direito, e não queria partir pra outra em um dia qualquer. Fez questão de morrer numa segunda-feira (para não atrapalhar feriados e fins de semana) no dia 17 de janeiro, ou seja, 17 1, o famoso codinome de malandro...

Overdose de Cocada (Bezerra da Silva)

É cocada boa, ou não é
É cocada boa

Já armei meu tabuleiro
Vendo pra qualquer pessoa
Tem da preta e tem da branca
E quem prova não enjoa porque

Tem preto que come da branca
Tem branco que come da preta
Tem gosto pra todo freguês
Só não vale misturar
Vai numa de cada vez, não misture o paladar
Que overdose de cocada, até pode te matar

O delegado da área, já mandou averiguar
O que é que tem nessa cocada
Que tá todo mundo querendo provar
Houve uma diligência só para experimentar
Eles provaram da cocada e disseram doutor deixa isso pra lá

Nenhum comentário:

Postar um comentário