19 setembro 2008

Fonema

Imagino seu sorriso que não esta ao meu lado.
Perco todo meu juízo, pareço apaixonado?
Sempre falo o que penso e você diz que estou errado.
Mas não penso sem sentido, não estou atordoado.

Elogio sua pele e você diz que é feia
Falo bem de seu cabelo, gosto como se penteia
Queria falar mais de perto mas parece que me odeia
Já sonhei até falar bem baixinho em sua orelha

Fico calmo ao ser ouvinte de suas palavras ingênuas
De repente fico rindo, sozinho, fora de cena
Olho todas as suas fotos, desde quando era pequena
A menina já cresceu, me deixando em fonema

Nenhum comentário:

Postar um comentário