16 setembro 2008

Erros

Às vezes sou perverso demais com as pessoas ao meu redor.
Isso é um fato que não posso negar.
Têm tanta gente no mundo e não posso agradar a todos.
Mas eu posso agradar a mim.
E não sei porque quando penso em mim mesmo me esqueço dos outros.
Egoísmo? Talves.
Mas não existem barreiras quando o assunto sou eu.

Sei que o que eu falo dói.
Sei que o que eu faço machuca.
Sei que posso fazer alguém feliz
Mas também sei que posso fazer chorar.
Sei de tudo o que posso e o que não posso.
E, sabendo disso, aprendi que também posso me machucar.
Sabendo disso também aprendi que posso machucar mais do que alguém pode suportar.

Mas se você pensa que sou perverso
A ponto de executar todas as coisas ruins?
Não sou.

Penso sim, em quem está ao meu redor.
Às vezes não agrado nem a mim.
Simplifico o que falo de forma a doer menos.
Simplifico o que faço de forma a machucar menos.
Esqueço muitas vezes o que posso e o que não posso.
E continuo tentando não me machucar.

Penso na vida como uma sala de aula,
Onde existem alunos bons e ruins,
Professores bons e ruins,
E aprendizados fáceis e difíceis.

Penso em fazer tudo de um jeito simples e grandioso.
Penso em fazer nada para ficar na história
E fazer tudo para o esquecimento.
Não penso muitas vezes também.

Erro sempre. Vivo de erros.
Também acerto. Também creio.
Sou pessimista, muito pessimista,
Para poder comemorar qualquer pequeno acerto.
E minhas decisões são tomadas sem nenhuma certeza.

Uso a razão mais que o coração.
Uso o senso mais que a ilusão.
Acredito no que vejo.
E quer saber tudo o que eu vejo?
Percorra todos os pontos negativos e positivos que você pode me mostrar.
Lembre-se agora somente dos negativos.
Será que eu posso conviver com eles?

Comemorar alegrias é muito fácil.
Conviver com derrotas é complicado.
Não cometer erros já cometidos?
É a solução para a maioria dos problemas.

Aprendo muito com meus erros e com os erros dos outros.
Tento não ser o mesmo errante.
Reconhecer onde se pode errar é o primeiro passo para não cometer erros.
E reconheci.
Não errei desta vez.

7 comentários:

  1. Sabe é interessante o tema pois, algumas pessoas nunca cometem os mesmos erros duas vezes. Descobrem sempre novos erros para cometer.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. A vida é um caderno onde cada página escrita não pode ser passada a limpo.
    Abraços
    Felipe

    ResponderExcluir
  3. Amigo Henrique paz seja contigo!
    Errar faz parte da ,,, só não podemos persistir, nos erros, e sim aprender com eles!!
    Parabéns gostei do seu pensamento...!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Henrique, deixei recado para ti no diHITT. Abs Denize

    ResponderExcluir
  5. Oi Henrique, muito interessante seu texto.

    Errar e acertar faz parte do aprendizado. Acho que as pessoas mais interessantes que conheci, foram as pessoas que muito erraram na vida e que aprenderam muito com estes erros. Mas às vezes repetimos os mesmos erros várias vezes, por pura teimosia ou talvez, por não nos darmos conta disso.

    Você já reparou que as situações se repetem, mesmo que com outros personagens, até que a gente consiga mudar as mesmas velhas atitudes? Métodos iguais, tendem a levar para resultados iguais. Vitória e derrota? Para mim são grandes impostores, que nos impedem de perceber o que realmente importa.

    Que é a simples alegria de viver, de vivenciar situações para retirarmos dela os subsídios para nossa melhora interior. Testes difíceis na vida? Aparecem sempre para os melhores alunos. Como não errar? Podemos optar por não nos expormos. Não ousarmos, não tentarmos nada, não nos relacionarmos com ninguém. Este talvez seja o maior erro de todos, a omissão.

    E o melhor método, sem dúvida, vai ser sempre reconhecer nossos erros e seguir adiante. Mas para reconhecê-los, precisamos cultivar a humildade e perceber nossas limitações para tentar superá-las depois. E isso não é fácil. O orgulho muitas vezes atrapalha tanto...

    Ainda vamos nos machucar e provavelmente ferir outras pessoas na nossa caminhada. Mas à medida que vamos percebendo que isto não faz sentido, ficamos mais cuidadosos com nossas palavras e atos. E assim vamos aprendendo... O importante é nunca desistir... Post maravilhoso! Parabéns! Abs Denize

    ResponderExcluir
  6. Olá Henrique, gostei muito de sua postagem.
    Todos nós vivemos com os nossos erros, e acredito que são eles que fazem a nossa vida andar para frente.

    Acho que nem sempre pensar em si mesmo é ser egoísta. Existem momentos em nossas vidas que precisamos nos voltar para nós mesmos e parar para pensar nos erros que cometemos para reorganizar a vida e parar um pouco com o pessimismo.

    Quando o pessimismo passa, voltamos a enxergar aqueles que estavam ao nossos redor, e podemos comemorar com eles quando conseguimos superar um erro que as vezes nos fazem desistir de muitas coisas. É impossível não errar, mas sempre será possível concertar os erros e ser feliz.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. adoro este site vou seguilo siga tambem o meu em:http://apostasjogosonline.blogspot.com/

    ResponderExcluir