16 setembro 2011

Não é tão fácil como você pensa

Não é tão fácil como você pensa
Também sofro por dentro
Sei que sofres muito mais
Mas é a vida
E, às vezes, somos racionais demais
Ou idiotas demais

Não é tão fácil como você pensa
Saber que posso estar errado
E perder o que um dia já foi mais que tudo
E viver com a dor de não ter mais

Não é tão fácil como você pensa
E também não é pra tirar vantagem
Muito menos por inveja ou medo

É... talvez seja por medo
Mas não se sabe o que vai dar certo
E alguns desistem antes dos outros
E alguém sempre sai triste no fim

E já pensou se eu estou correto?
Já percebeu que você pode mais
E se culpar não adianta tanto?
Ainda penso em curar seu pranto
Mas o amor se foi, não volta atrás

Nem sei dizer o que foi mais difícil
Nem sei porque ainda penso nisso
Nem sei se fiz tudo o que fui capaz

Eu preferia ter não lhe encontrado
Nem lhe deixado todos os recados
Eu deveria ter errado ou pecado
Eu deveria não existir mais

Henrique Corrêa

Um comentário:

  1. talvez não seja tão fácil assim,
    mas se não tentar como vai poder saber!?
    tente outra vez!

    ResponderExcluir