30 maio 2010

Amar, amar, amar

Bem que um dia me disseram
Iríamos nos encontrar
Antes que eu percebesse
Nosso dia ia chegar
Chegou no melhor momento
Agora é aproveitar

Veremos realizados sonhos
Iguais aos de uma criança
Amanhã não vai chegar
Nunca saberemos o que é despedida
Nunca perderemos a magia
Amar, amar, amar

29 maio 2010

Quem é você?

Quem é você
Que habita meus pensamentos,
Transforma meus sentimentos,
Que da-me paz?

Quem é você
Que não some por um tempo,
Que não causa sofrimento,
Satizfaz?

Quem é você
Que me jura amor eterno?
Não conheço-te ainda.

Que é você
Que eu tenho na lembrança
Desde os tempos de criança?
Eu não sei quem você é.

Quero saber quem é você
Quero te dar um abraço
Quero curar meu cansaço
Quero não mais procurar

Quero saber quem é você.
Apareça de algum modo
Telefone, ande logo
Não queira me ver chorar


Henrique Corrêa - 29/05/2010

20 maio 2010

À Ela

A mente sobe e vôa sem rumo.
Disparo de um revolver que caiu no chão,
O vento sopra na parede e a derruba
Dentro do meu aparelho de televisão.

Suspiro de um certo homem que esta errado.
E mais errado ainda quem não soube amar.
Não soube escolher com quem ia viver
E não vai mais parar de chorar.

Creio que um dia tudo isso acabe
E volte aquela amizade que já foi maioral.
Só o tempo é que diz tudo
Estamos sempre no futuro
E a nós mesmos não queremos mal.

Não nos demos bem,
Mas foi só este ano que não foi tão bom,
Se um dia tudo acaba prometo a ti
Digo palavras que nem mesmo pensei em ouvir.

Agradeço ao companherismo
E desculpe o egoísmo,
Mas pensei em ti também.
Tudo bem, se quiser se mate,
Mas não me lembre dessa parte e não a conte a ninguém.

Me despeço neste dia,
Não com tanta alegria que você pensa que há em mim.

E se me veres outro dia
Faça de sua simpatia um conceito sem fim

De mim