08 janeiro 2009

Poesia de Cris Leal

Todas as palavras não dizem
O que ensaio todos os dias
Sozinha na frente do espelho
Foi um susto te ver partir
Logo hoje, que acordei e decidi te falar
Sem ensaio, de qualquer jeito
Usando palavras soltas, sem nexos
Tudo o que sinto por você

Não me peça ajuda com malas
Não tenho forças, nem pra respirar
Como podes fazer isso comigo?
Decidir partir, me deixar!!!

Eu me via em teu olhar
Eu me alegreva em teu sorriso
Hoje não acordei pra isso
Olhe a tristeza em meus olhos

Não vá, sei que demorei pra falar
Você diz que não tem tempo
O tempo, achei que era meu amigo
Demorei pra te dizer, sei, mas ensaiei tanto
Era pra ser com palavras bonitas

Espere, ouça, nem elaborei as palavras
Vou parar de chorar, não seque minhas lágrimas
Por favor, não me abrace pra se despedir

Amo você,
Amo,
Amo,
Amo você

Era pra ser dito a tempos
Em frases lindas, com corações voando

Não consigo respirar, nem parar de chorar
Me perdoe pelo tempo que passou

Poderia ter dito com calma
Que sempre amei você

Cris Leal

Nenhum comentário:

Postar um comentário