04 novembro 2008

Particular

Ainda não disseram o quanto te amo.
Ainda não preocupou o quanto te admiro.
Falam coisas que deveriam estar entre nós dois.
Deixam escapar bobagens importantes
Fizeram de nossas vidas uma revista de novelas.
Nem o jornal expõe tanto o nosso calor
Às vezes me sinto um idiota se tratando de detalhes
E guardo más recordações de todos nossos instantes

Se mostrassem o bem que te faço
Ao inves de mostrarem nossa cama.
Não investissem em nossas palavras
Mas focam nossas mãos suadas.
Me vejo lambendo tua orelha
Mas nunca deslumbro seus olhos
E quando estamos sós entre quatro paredes
Eles levam suas cameras modernizadas.

Se fossemos acaso, mas somos avesso ao caso
Se fossemos culpados, mas nem somos desculpados
Nos julgam interessantes, mas quando amantes
Somos uma orgia... louca a luz do dia.

Henrique Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário