26 novembro 2008

Sem querer

*** Letra e Música de 23/05/2006 ***

Sem querer (Henrique Corrêa)
Não foi por mal
Eu não sabia que você estava
Tão perto de mim
Mas não pude prever

Foi natural
O que eu almejava alcancei
E foi sem querer

Passou o tempo e nada aconteceu
O seu olhar não olhava mais o meu
E tudo aquilo que a gente não viveu
Alguém me ofereceu

Acreditei
Que um dia tu pudesses me dizer
Que o que sonhei
Era mais real do que pensei

Ficou no ar em algum lugar
E eu sem saber, mas sem duvidar
Não esperava te magoar
Mas tive que aceitar

24 novembro 2008

DEPILAÇÃO MASCULINA

Estava eu assistindo tv numa tarde de domingo, naquele horário em que não se pode inventar nada o que fazer, pois no outro dia é segunda-feira, quando minha esposa deitou ao meu lado e ficou brincando com minhas "partes". Após alguns minutos ela veio com a seguinte idéia: Por que não depilamos seus ovinhos, assim eu poderia fazer "outras coisas" com eles.

Aquela frase foi igual um sino na minha cabeça. Por alguns segundos fiquei imaginando o que seriam "outras coisas". Respondi que não, que doeria coisa e tal, mas ela veio com argumentos sobre as novas técnicas de depilação e eu imaginando as "outras coisas" não tive mais como negar. Concordei.

Ela me pediu que ficasse pelado enquanto buscaria os equipamentos necessários para tal feito. Fiquei olhando para TV, porém minha mente estava vagando pelas novas sensações que só acordei quando escutei o beep do microondas. Ela voltou ao quarto com um pote de cera, uma espátula e alguns pedaços de plástico.

Achei meio estranho aqueles equipamentos, mas ela estava com um ar de "dona da situação" que deixaria qualquer médico urologista sentindo-se como residente. Fiquei tranqüilo e autorizei o restante do processo. Pediu para que eu ficasse numa posição de quase-frango-assado e liberasse o aceso a zona do agrião.

Ela pegou meus ovinhos como quem pega duas bolinhas de porcelana e começou a passar cera morna. Achei aquela sensação maravilhosa!! O Sr. P* já estava todo "pimpão" como quem diz: "sou o próximo da fila"!! Pelo início, fiquei imaginando quais seriam as "outras coisas" que viriam.

Após estarem completamente besuntados de cera, ela embrulhou ambos no plástico com tanto cuidado que eu achei que iria levá-los para viagem. Fiquei imaginando onde ela teria aprendido essa técnica de prazer: Na Tailândia, na China ou pela Internet mesmo.

Porém, alguns segundos depois ela esticou o saquinho para um lado e deu um puxão repentino. Todas as novas sensações foram trocadas por um sonoro PUUUUTA QUEEEE O PARIUUUUUUU quase falado letra por letra.

Olhei para o plástico para ver se o couro do meu saco não tinha ficado grudado. Ela disse que ainda restaram alguns pelinhos, e que precisava passar de novo. Respondi prontamente: Se depender de mim eles vão ficar aí para a eternidade!!

Segurei o Dr. Esquerdo e o Dr. Direito em minhas respectivas mãos, como quem segura os últimos ovos da mais bela ave amazônica em extinção, e fui para o banheiro. Sentia o coração bater nos ovos.

Abri o chuveiro e foi a primeira vez que eu molho o saco antes de molhar a cabeça. Passei alguns minutos só deixando a água gelada escorrer pelo meu corpo. Saí do banho, mas nesses momentos de dor qualquer homem vira um bebezinho novo: faz merda atrás de merda. Peguei meu gel pós barba com camomila "que acalma a pele", enchi as mãos e passei nos ovos. Foi como se tivesse passado molho de pimenta.

Sentei no bidê na posição de "lava xereca" e deixei o chuveirinho acalmar os Drs, peguei a toalha de rosto e fiquei abanando os ovos como quem abana um boxeador no 10°round. Olhei para meu P*, ele tão alegrinho minutos atrás, estava tão pequeno que mais parecia irmão gêmeo de meu umbigo.

Nesse momento minha esposa bate na porta do banheiro e perguntou se eu estava passando bem. Aquela voz antes tão aveludada e sedutora ficou igual uma gralha. Saí do banheiro e voltei para o quarto. Ela estava argumentado que os pentelhos tinham saído pelas raízes, que demorariam voltar a nascer. "Pela espessura da pele, aqui não nasce nem penugem, meus ovos vão ficar que nem os das codornas ", respondi. Naquele momento sexo para mim nem para perpetuar a espécie humana.

No outro dia pela manhã fui me arrumar para ir trabalhar. Os ovos estavam mais calmos, porém mais vermelhos que tomates maduros. Foi estranho sentir o vento bater em lugares nunca antes visitados. Tentei colocar a cueca, mas nada feito. Procurei alguma cueca de veludo e nada. Vesti a calça mais folgada que achei no armário e fui trabalhar sem cueca mesmo.

Entrei na minha seção andando igual um cowboy cagado. Falei bom dia para todos, mas sem olhar nos olhos. E passei o dia inteiro trabalhando em pé com receio de encostar os tomates maduros em qualquer superfície.

Resultado, certas coisas devem ser feitas somente pelas mulheres. Não adianta tentar misturar os universos masculino e feminino

O Brasil é Foda!

Neste Brasil imenso
Quando chega o verão,
Não há um ser humano
Que não fique com tesão.

É uma terra danada,
Um paraíso perdido.
Onde todo mundo fode,
Onde todo mundo é fodido.

Fodem velhos, fodem velhas,
Fodem cão, fodem cadelas.
E pra ficar com cabaço,
Fodem o cu das donzelas.

Fodem moscas e mosquitos,
Fodem aranha e escorpião,
Fodem pulgas e carrapatos,
Fodem empregadas com patrão.

Os brancos fodem os negros
Com grande consentimento,
Os noivos fodem as noivas
Bem antes do casamento.

General fode Tenente,
Coronel fode Capitão.
E o presidente da República
Vive fodendo a nação.

Os freis fodem as freiras,
O padre fode o sacristão,
Até na igreja de crente
O pastor fode o irmão..

Todos fodem neste mundo
Num capricho derradeiro.
E o danado do Dentista
Fode a mulher do Padeiro.

Parece que a natureza
Vem a todos nos dizer,
Que vivemos neste mundo
Somente para foder.

E você, meu nobre amigo
Que está a se entreter,
Se não gostou da poesia
Levante e vá se foder!!!

20 novembro 2008

Mamãe, eu quero subir no ranking do BlogBlogs!

O BlogBlogs é o site brasileiro que indexa os blogs. O ranking dele mostra sua “influência” na Blogosfera brazuca. Todos que grandes blogs, os bam-bam-bans, os formadores de opinião estão lá. E agora você tem a chance de subir nesse importante ranking e alcançar fama e quem sabe… fortuna!

Como o BlogBlogs trabalha com links e que blogs-linkam-outros-blogs, quanto mais linkado seu blog é maior é seu ranking.

Sabendo disso o os blogs inSUPORTÁveis e Rafabarbosa.com criaram a campanha MAMÃE, QUERO SUBIR NO RANKING DO BLOGBLOGS! onde todos linkam todos. Uma ajuda mútua onde todos ganham!

Para participar também, é simples! Basta você comentar nesse post ou nesse, mandando o link da postagem sobre a campanha !

Blogs Participantes:

inSUPORTÁveisRafaBarbosa.com - SNES-ClassicsLazerPaguei MicoTotalmente ResponsaNerdPobreDesconspiraçãoAté Tu BrutusBoneco de MeiaCogumelos - O Crepúsculo - Triplo Sentido - Caixa Pretta - Papibakigrafo - Fester Blog - Estranhos Europeus - Mundo Afora - Igaum - Senhor Coxinha - Macacumor - Jacaré não come Alpiste - Muita Pimenta - Blog Stereo - Portal Brogui - AJ - Seu estranho - E-Fail - Speed Racer Go Brazil - Pica Pau Brazil - Blog da Mandioca - Malcan - Kamikaze Blog - Mamão Papaia - Malvada - Blog Alternativa - Praticando Humor - Resistance Base - Tudo a ve - Esqueci as chaves - Os Gugas - Foodasticos - Medo do Ego - Denker - Quarto Universitário - SlinkBlog - Café com Pão - Blog do Tiago - Pior -XGoogle - Momento Piada - Fábio P. - Blogando Blog - Seu Boga - Drax - Corto Cabelo e pinto - Outside - Balabusca - Void - Torresmo Fresco - Quatro Minutinhos - Que Mario? - O Padre Voador - Mundo Véio - Mente Vazia é Oficina! - Cogumelo Louco - Vipuraí - Velho - N3tho - Corvos de Malta - NadaVe - Na Mosca - Bate Cabeça - Tô Zuando - Xerox66 - Comic World - Bravus - D_Ver@s - Medsi Downloads - Plano Beta - Sónaboa - Blog do Catarino - Dekantalabassi - O que rola na net - Infonet News - Dia Quente - Minino Bobo - Toques de Prazer - Erro 404 - Jose Carlos Jr. - Eh Memo - Gestantes -Agrega - Henrique Corrêa

18 novembro 2008

Lei Vila Velha Cultura e Arte

A partir do dia 05 de novembro até o dia 08 de dezembro de 2008, estão abertas as inscrições para a apresentação de projetos culturais para 2009 na Lei Vila Velha Cultura e Arte. O valor aprovado este ano é de 1300000,00 para diversos segmentos da Cultura, e as informações já estão no site www.vilavelha.es.gov.br ( Cultura ), onde os proponentes encontrarão o texto completo da Lei 4.573, a Resoluçao Normativa, o Edital para 2009 e o Formulário obrigatório para ser preenchido.

No dia 13 de novembro, quando a Lei completou o 1º aniversário, houve no Teatro Municipal, na Praça Duque de Caxias, Centro, uma Palestra sobre Formatação e preenchimento do Formulário da Lei Vila Velha Cultura e Arte, ministrada por Talmon Júnior - Coordenador Executivo da Lei e Vanusa Andrade - Assessora Técnica da Lei.

Avisam também que este ano, não haverá em nenhuma hipótese, prorrogação de prazo para inscriçao dos projetos.

Pede-se também, aos proponentes culturais, que leiam atenciosamente os documentos que estão disponíveis no site acima divulgado para que depois possam tirar as dúvidas com a equipe da Coordenadoria Executiva da Lei Vila Velha Cultura e Arte.

Lembra-se também que os proponentes culturais contemplados no último edital, não podem se inscrever nesta jornada.

Mais informações pelos tels 27 31855787 / 27 31855788 / 27 92493587

17 novembro 2008

Regina Lyra

Regina Lyra nasceu em João Pessoa, Ponto mais Oriental das Américas. É poeta, professora universitária. Publicou seis livros:
  • O livro das Emoções, 1998.
  • Sonhos e Fantasias, 2000.
  • Insensatas Palavras, 2003.
  • Tempo de Encanto, 2004.
  • Atos em Arte, 2006
  • Entre_Nós, 2008
Participou de várias antologias, nacionais e internacionais. Sua obra traz como característica a procura persistente pelo contexto poético, pela leitura do seu tempo. Contém uma temática voltada para uma poesia lírica, sem deixar de trabalhar outros temas. Sua busca incansável dos seus eus permeia diversidades de espaços. Assim, sua obra transcende a área geográfica do seu Estado, conquistando leitores e admiradores nas grandes cidades do País. Regina Lyra constrói poemas com uma linguagem contemporânea, de seu tempo, de sua história. Este é um dos papéis da sua arte. Com um grito amoroso de protesto social, busca o comprometimento com seu povo e a análise crítica do mundo.

Outra característica da Autora é o espírito culturalmente participativo, que leva Regina Lyra a ser sócia da UBE – União Brasileira de Escritores e também da REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras. É eleita Membro titular do Pen Clube do Brasil, em 2007. Regina Lyra comemora 10 anos de intensa atividade poética, lancou seu sexto livro na Bienal de São Paulo 15 de agosto, no Pen Clube do Brasil (RJ) no dia 27 de agosto. Agora apresenta ao povo baiano seu mais recente livro Entre_Nos, cujo lançamento ocorrerá no dia 21 de novembro às 18.00 horas na Academia de Letras da Bahia.

Participou ao longo desses 10 anos de várias Bienais: em São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Maceió. Festivais de poesia, FLIP em Paraty, entre outros tantos encontros de poesia. Reynaldo Valinho Alvarez a chamou: REGINA LYRA, FORÇA DA NATUREZA. Afirma: "Muita gente já foi comparada a um vulcão, pela capacidade explosiva de fazer coisas ou pela energia com que se atira à vida e suas peripécias. Regina Lyra também merece essa comparação, no que se refere à busca incansável de sua afirmação no território das letras".

14 novembro 2008

Adeus Jorge Sales

É com tristeza que informo que nosso poeta Jorge Sales faleceu na manhã desta sexta-feira, 14 de novembro de 2008. O sepultamento será realizado amanhã, sábado 15 de novembro, no Cemitério Parque da Paz em Ponta da Fruta - Vila Velha.

Mas se agora nos sentimos tristes com esta perda, podemos nos confortar na alegria com que Jorge viveu sua vida e como nos tocou com suas poesias, cordéis, honestidade e generosidade. Jorge deixou sua marca neste mundo deixando muitos amigos e uma obra, digna de seu talento, que sempre nos fará lembrar dele.

Fonte: Jorge Sales

Pai
Pai que é pai de longe
Agora tão longe que não mais verei

Pai
Pai que sempre esteve
Pai que nunca mais terei

Amigo
Muito mais amigo que pra ti eu fui

Amigo
Com lindo sorriso e mais brilho que a luz

Mestre
Ensinou-me os truques e também besteiras
Mostrou-me todas as formas de alegria
E somente uma forma de tristeza

Já deixa saudades
Um dia também hei de deixar
Um dia iremos, talvez, nos reencontrar

Já deixou história
Já registrou seu nome no mundo
Já fez mais do que quem acha que fez tudo

Já deixou a vida
Mas virou imortal
Cravando no mundo suas palavras em versos
Gravando no coração da gente seu rosto, sua alma

Jorge sentou praça na cavalaria
eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia
Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Para que meus inimigos tenham maõs e não me toquem
Para que meus inimigos tenham pés e não me alcacem
Para que meus inimigos tenham olhos e não me vejam
E nem mesmo o pensamento eles possam ter para me fazeram mal
Armas de fogo, meu corpo não alcançarão
Facas e espadas se quebrem sem o meu corpo tocar
Cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar
pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge

Jorge Ben

Meu Adeus e Obrigado
Ao meu grande Mestre, Amigo e Amado

11 novembro 2008

Mudar sempre é preciso!

Esta semana estou começando uma nova vida e gostaria de compartilhar as experiências desta mudança.

Estou saindo de uma empresa de consultoria e sistemas e entrando em uma autorizada de telefonia. Além do aumento salarial, outras opções me auxiliaram nesta mudança. Recebi esta proposta de trabalho há duas semanas e comecei meu pesadelo sentimental em relação à troca do certo pelo duvidoso, à liberdade conquistada, às amizades, ao relacionamento com a gerência e outras coisas do tipo "o que me faz ficar aqui".

Pensei muito na proposta que recebi também, coisas do tipo "o que me faz trocar de emprego" como aumento salarial razoável, um plano de saúde melhor, stress reduzido devido ao ambiente de trabalho, aprendizado de novas ferramentas e de novas tecnologias, experiência e novas amizades.

Foi uma decisão difícil pois havia o fator emocional comigo. Sei que é melhor arrepender por uma coisa que fiz do que por uma que não fiz então, decidi que iria trocar de emprego e ponto final. Ontem foi o primeiro dia e já me sinto bem com a escolha que fiz.

Estou preparando uma matéria sobre mudança de emprego. Gostaria da opnião de vocês a respeito desta mudança. Já receberam alguma proposta de mudança? Como foi? O que fizeram?

Forte Abraço

10 novembro 2008

Portfólio

Site institucional
Empresa: Solution Consutoria
Local: Vitória - ES
Visitar
Sistema e-Solution
Empresa: Solution Consutoria
Local: Vitória - ES
Site institucional
Empresa: Atol Chopperia
Local: Vitória - ES
Visitar
Site Institucional
Empresa: VitóriaMax Treinamentos e Eventos
Local: Vitória - ES
Visitar


http://www.solutionconsultoria.com.br - Website institucional e Sistema de Gestão de Atendimento e Consultoria aplicando as tecnologias PHP, MySQL, HTML, DHTML, CSS, Javascript, Photoshope e Flash.

http://www.endurodeaventura.com.br/system - Sistema gestor de provas de enduro, aplicando as tecnologias PHP, MySQL, HTML, DHTML, Javascript e CSS.

http://www.teclinkonline.com.br - Sistema de Logística e Gestão Empresarial, aplicando as tecnologias ASP, SQL, Javascript, HTML e DHTML.

http://henriquecorrea.blogspot.com, http://maildevida.blogspot.com - Desenvolvimento de interface para plataforma Blogger aplicando as tecnologias HTML, XHTML e Javascript.

http://www.sbbg.com.br - Site institucional aplicando as tecnologias Flash, HTML, CSS e Javascript.

Portfólio em desenvolvimento:
http://www.endurodeaventura.com.br/system
http://www.repteisdoasfalto.net
http://cordelizando.blogspot.com
http://bloggerizando.blogspot.com
http://seodinheiro.blogspot.com

07 novembro 2008

Concurso Poemateca - A Arte de Criar

Acabo de receber a notícia de que fui classificado no concurso Poemateca - A Arte de Criar. Participei da fase classificatória com 3 poesias.

Eis a lista completa dos autores selecionados para a segunda fase do concurso. Ao todo foram selecionados 52 autores, que terão até o dia 22 de Novembro para criarem um texto inédito (ainda não postado em nenhum site, blog; nem editado em formas impressas) colocando em cheque toda sua capacidade literária e criativa, para que sejam escolhidos o 1°, 2° e 3° lugares.

A lista esta em ordem alfabética, dando preferência ao pseudônimo.

*songueira*
Anderson R.Z.
Andressa Iha
Andressa Rosa
Andry Maya
Anjo Pensador
anna karenina
Antonio Carlos Vilela
Bia de Barros
black jocker
Bobê Campos
Carmen Vervloet
Claudia Gomes
CrisBattaglia
cristiano pita
Danny Borges
Dead Poet
Denise Viana * Psico-Poeta
Diogo Monteiro
DORA OLIVEIRA
DRG
Eduardo Antési
Eliza Gregio
EMERSON "NIR"
Gabi Prado
geraldo trombin
Gregory Luis
Gyl Ferrys
Henrique Corrêa
Henrique Maidl
Iwanik Niva kolaga
Jaime Marques
janaina da cunha
Jeferson Macedo e Silva
Karla Hack
Leandra Postay
Letícia Teixeira Rocha
Luciano Dionísio
Maluco beleza (pseudonimo)
Margô Machado (pseudonimo)
Maria Coelho
Moniquinha San
Morena9225
NEU
Nina Fonseca
Pires de Mello
renato lima
Sérgio Filho
Símy
SU ANGELOTE
Thiago Rodrigues
Tulio Santos
VALDEZZ
Verluci Almeida
Ziar

Ainda há a fase de repescagem, até o dia 11 de Novembro, que dará uma nova chance aos não classificados na primeira fase.

O formulário para envio dos textos para a proxima fase e para a repescagem será disponibilizado a partir de 07/11 as 16:00, no site Poemateca.

05 novembro 2008

5 de Novembro

Hoje, dia 5 de Novembro, é um dia muito especial para este blog voltado à cultura e À web. Confira o que se comemora hoje:
  • Dia Nacional da Língua Portuguesa (no Brasil)

  • Dia Nacional da Cultura (no Brasil)

  • Dia do Nacional do Design/Designer

  • Dia Mundial Do Cinema

  • Barack Obama é eleito o primeiro presidente afro-americano dos EUA????

E para homenagear a importância da cultura nacional, segue o texto/música:

Meu País (Alípio / Henrique Corrêa)

Parece que o presidente
Sente mas não percebe
Mas não percebe que a gente
A gente percebe e sente

Parece que somos escravos
Colônia, colonizados
É como se o Brasil não fosse da gente

E será que a gente sente?

Em angra a usina
Óleo na Guanabara
Criança sem escola
Doença que atrapalha

E será que a gente sente?

Deixaram meu país nas mãos de um aproveitador
Deixando-nos de lado, tentando se impor.
Corrupção, queimadas, matança e terror.
Eu pago meu imposto, mas não tenho valor.

E será que a gente sente?

04 novembro 2008

A tecnologia do abraço, por um matuto mineiro...

O matuto falava tão calmamente, que parecia medir, analisar e meditar sobre cada palavra que dizia...

_ É ... das invenção dos homi, a que mais tem sintido é o abraço.
O abraço num tem jeito di um só aproveitá!
Tudo quanto é gente, no abraço, participa uma beradinha...
Quandu ocê tá danado de sodade, o abraço de arguém ti alivia...
Quandu ocê tá cum muita reiva, vem um, te abraça e ocê fica até sem graça de continuá cum reiva...
Si ocê tá feliz e abraça arguém, esse arguém pega um poquim da sua alegria...
Si arguém tá duente, quandu ocê abraça ele, ele começa a miorá, i ocê miora junto tamém...
Muita gente importante e letrado já tentô dá um jeito de sabê purquê qui é, qui o abraço tem tanta tequilonogia, mas ninguém inda discubriu...
Mas, iêu sei! Foi um ispirto bão de Deus qui mi contô...
Iêu vô contá procêis u qui foi quel mi falô:
O abraço é bão pur causa do Coração...
Quandu ocê abraça arguém, fais massarge no coração!...
I o coração do ôtro é massargiado tamém!
Mas num é só isso, não... Aqui tá a chave do maió segredo de tudo:
É qui, quandu nois abraça arguém, nóis fica cum dois coração no peito!...

Intonce... um abraço prô cê...

Autor Desconhecido
Contribuição de Cecilia Maia "A Poderótica"

Particular

Ainda não disseram o quanto te amo.
Ainda não preocupou o quanto te admiro.
Falam coisas que deveriam estar entre nós dois.
Deixam escapar bobagens importantes
Fizeram de nossas vidas uma revista de novelas.
Nem o jornal expõe tanto o nosso calor
Às vezes me sinto um idiota se tratando de detalhes
E guardo más recordações de todos nossos instantes

Se mostrassem o bem que te faço
Ao inves de mostrarem nossa cama.
Não investissem em nossas palavras
Mas focam nossas mãos suadas.
Me vejo lambendo tua orelha
Mas nunca deslumbro seus olhos
E quando estamos sós entre quatro paredes
Eles levam suas cameras modernizadas.

Se fossemos acaso, mas somos avesso ao caso
Se fossemos culpados, mas nem somos desculpados
Nos julgam interessantes, mas quando amantes
Somos uma orgia... louca a luz do dia.

Henrique Corrêa