15 outubro 2008

mais um de Cris Leal

Este pequeno texto é mais uma obra enviada pela paraense Cris Leal.

Faça valer a pena,
abrace o mais forte que puder,
segure o maior tempo possivel,
viva a delicadesa do momento,
não deixe pra depois,
seja forte e sensível,
ame,
busque,
escolha entre tudo,
nada será perfeito,
nada será eterno,
mas será perpetuado se for pra sempre,
mesmo que o pra sempre nem chegue a ser,
a felicidade esta na pétala que soltou da rosa,
o futuro é da gota de chuva que chega ao chão,
sua presença é minha força vital,
sua existência minha essência,
nem sei pra que nasci,
mas sei que são pra você meus minutos,
não tenho palavras nem gestos a mostrar,
por isso me beije,
antes que tudo acabe
e o sonho tenha fim.

Cris Leal

Nenhum comentário:

Postar um comentário