07 outubro 2008

Cordelando


R ealmente a vida passa
O nde vamos não sabemos
D escobrimos amizades
O lha o quanto aprendemos
L evantamos a poeira
F izemos muita besteira
O nde foi que "nóis erremos"?

P ersistimos na estrada
A gora nós só vivemos
R egrados ou nas baladas
A ntenados nos momentos
B em diziam muitos sábios
E m que ano saberemos?
N ão viemos ficar pouco
S omos nós que nos fazemos

P ela sua liberdade
E também pelos amores
L embre-se das amizades
O nde estão os seus temores?

S empre lembrarei de ti
E mesmo eu não "tando ai"
U m amigo sem horrores

A gradeço a você
N ossa grande amizade
I sso não é tudo ainda
V ou falar de honestidade
E respeito os pensamentos
R ealmente o considero
S eja hoje e seja sempre
A lguém que de repente
R eal, leal e cinsero
I ncansavel, coerente
O timista e moderno

Rodolfo, Parabens pelo seu aniversário

Nenhum comentário:

Postar um comentário