16 agosto 2008

Passado

** Poema feito em um bar após depoimento de um amigo. 07/06/2006 **
 
Passado (Henrique Corrêa)
 
Esqueço
Tudo foi tão de repente que não percebi
Sofro
Apertei o coração, não consegui sorrir
Amo
Nada é tão fácil quanto eu pensei
Quando tudo acabou que sou be que te amei

E hoje sou outro
Carrego nas costas só alegrias
Eu já fui tolo
Mas hoje me preocupo só com minhas fantasias

E tudo o que você me fez passar
E tudo o que você me fez sofrer
Foi tudo ilusão
E o meu coração não quer morrer por ti
E tudo podia mudar
E tudo pode acontecer
Mas você disse "Não"
E o meu coração não quer morrer por ti

Nenhum comentário:

Postar um comentário