19 junho 2008

Confusão Sentimental

Preciso vomitar todos os sentimentos que estão presos em mim.
Sinto-me um rato de esgoto, sujo, impaciente, carregando doenças.
Mas sinto mais nojo de você do que de mim.
Não sei mais quem é você
Mas você insiste em me dizer quem você é.
Sabotei os melhores momentos da minha vida,
Não fingi nada e não me arrependi ainda.
O sangue que jorrou por ti encheria três boas garrafas de vinho.
Bebi três boas garrafas de vinho ontem, mas tinham gosto de sangue.
Não vejo mais a linha do horizonte que via quando você estava aqui.
Mas um dia a gente sabe que tudo acaba mesmo,
Só não sei porque queremos ficar cada vez mais longe deste dia.
Eu queria que tudo acabasse logo.
Ou seríamos felizes
Ou acabaríamos na tristeza,
Quanto antes melhor.
A tristeza passa e deixa marcas sombrias.
A alegria também, mas ela deixa marcas de saudade em mim.
E as marcas da alegria escondem as da tristeza
Fazendo com que eu esqueça que um dia já fui triste.
Será que ainda resta esperança?
Esquece tudo isso e me dê um tapa na cara
Pois o que mais quero é te beijar.

12 junho 2008

Vendedor de Aspirador de pó

Este texto foi postado originalmente no blog de Bruno Ávila (http://www.brunoavila.com.br/avante), mas eu tive que comentar no blog e postar minha opnião aqui também.


História boa e divertida enviada por Mike, que se diz leitor assíduo de nosso blog.
Se esse vendedor tivesse feito um briefing antes com o cliente, isto não teria acontecido.
Uma dona de casa, num vilarejo, ao atender as palmas em sua porta…
- ‘Oh de casa, tô entrando!’
Ela se depara com um homem que vai entrando em sua casa e joga esterco de
cavalo em seu tapete da sala. A mulher apavorada pergunta:
- ‘O senhor está maluco? O que pensa que está fazendo em meu tapete?’
O vendedor, sem deixar a mulher falar, responde:
- ‘Boa tarde! Eu estou oferecendo ao vivo, o meu produto, e eu provo pra senhora que os nossos aspiradores são os melhores e mais eficientes do mercado, tanto que vou fazer um desafio: se eu não limpar este esterco em seu tapete, eu prometo que irei comê-lo!’
A mulher se retirou para a cozinha sem falar nada.
O vendedor curioso, perguntou:
- ‘A senhora vai aonde? Não vai ver a eficiência do meu produto?’
A mulher responde:
- ‘Vou pegar uma colher, sal e pimenta e um guardanapo de papel.
Também uma cachaça para te abrir o apetite, pois aqui em casa não tem
energia elétrica!’
Moral da história:
Conheça o seu cliente antes de oferecer qualquer coisa.


MEU COMENTÁRIO SOBRE
Este post me fez pensar em uma coisa séria apesar de tudo.
Existe alguma forma de fazermos o Briefing antes do contato com o cliente?


RESPOSTA DE BRUNO
Existe através de “investigações”. É um amigo que conhece o dono, um funcionário que você tem contato e pode lhe passar algumas informações sobre o dono da empresa, como o seu jeito, o que ele gosta ou não, como ele é, antes de uma reunião. Conheço um amigo, publicitário, que fez um anúncio onde o protagonista aparecia desfilando em cima de uma moto daquelas bem poderosas. Ao apresentar para o cliente, ele chegou e disse: “meu filho morreu há um mês de acidente de moto”. Talvez se ele tivesse conversado com alguém da empresa, antes de fazer essa reunião, mostrando inclusive a peça que ele criou, esse embaraço não teria acontecido.

No caso da historinha acima, antes do vendedor chegar apressado como chegou, poderia ter feito algumas perguntinhas e logo ele saberia que a casa não tem energia.

11 junho 2008

Escolha das Ferramentas

É muito importante saber quais as ferramentas utilizar para a situação desejada. Melhor ainda você saber adequar sua maneira de trabalho a uma ferramenta só. Ou utilizar o mínimo de ferramentas possíveis para maior agilidade.
Antigamente eu fazia um layout no corel, transportava para o photoshop para dar umas retocadas, jogava para o flash para poder animar, e depois, o que não precisava estar em flash eu passava para o html, enchenco o site de imagens. Loucura pura. Resultado final bem pesado.
Hoje aprendi a unir tudo utilizando o mínimo possível. Como?:

Primeiro passo: Saiba o que você vai fazer.
Estudando bem o briefing você saberá o que o site precisa. O site é aimado? é todo animado? será atualizado pelo cliente?. Essas perguntas já traduzem o uso do flash e/ou da linguagem que você irá adotar.

Segundo passo: Saiba Utilizar as ferramentas com experiência.
Sabendo tirar melhor proveito de uma ferramenta você poderá unir todo o trabalho nela. Quanto melhor você usa, mais fácil pra você fazer tudo ali. Se você sabe animar o texto no flash, pra que você vai usar um programa a mais para fazer isso? Se você sabe desenhar no photoshop, para que vai desenhar primeiro no corel?

Terceiro passo: Aprenda.
Se desta vez você fez algum trabalho no corel, mas você sabe que o photoshop faz isso, você perde um bom tempo para aprender. Mas perca este tempo somente após entregar o seu trabalho no prazo. Com certeza o próximo trabalho você não terá o mesmo problema. Esteja sempre estudando novas ferramentas também. Elas sempre têm algo novo a oferecer.

Bom, este é meu metodo de trabalho. E com ele consigo ganhar muito tempo.

Parabéns ao Amigo e Mestre Jorge Sales

Quando se trata do mestre cordelista, um pequenino cordel para seu aniversário:

PARABENS E OBRIGADO
Ó MEU GRANDE AMIGO AMADO
PARABENS PELOS VIVIDOS
OBRIGADO A SEUS AGRADOS
PARABENS PELA VONTADE
PELA JOVIALIDADE
QUE ESTA SEMPRE A TEU LADO

PARABENS E OBRIGADO
Ó MEU GRANDE AMIGO AMADO
PARABENS PELAS CORVERSAS
OBRIGADO PELOS PAPOS
PARABENS PELA MEMORIA
OBRIGADO PELA GLORIA
DE ESTAR SEMPRE A MEU LADO

PARABENS E OBRIGADO
Ó MEU GRANDE AMIGO AMADO
PELO SEU ANIVERSARIO
PELO TEU GRANDE PASSADO
POR ESTA PERSEVERANÇA
POR SER SEMPRE UMA CRIANÇA
POR SER MEU PAI EMPRESTADO

04 junho 2008

Inspiração, conhecimento, prática

A maneira que utilizei para aprender muita coisa na net foi essa:

1 - Inspiração - Tentar fazer igual aos outros é uma boa forma de aprendizado. Mas cuidado para não utilizar isso profissionalmente.

2 - Conhecimento - Depois de adquirir um bom nível de conhecimento, é hora de praticar coisas novas, inovar mesmo. Quanto mais criativo você for, melhor você se sairá. Em qualquer profissão.

3 - Prática - A prática tras mais conhecimento, mais inspiração e muito mais facilidade para o próximo projeto. Garanta-se, praticando sempre.


Abaixo, o meu feed do del.icio.us para inspiração e conhecimento:


Princesa

Princesa (Henrique Corrêa)

Eu sei que às vezes faço coisas bem desagradáveis
E outras vezes eu fiza coisas inacreditáveis
E seu amor sempre foi o mesmo por mim

Nós já brigamos muitas vezes por coisas inúteis
E também ficamos alegres com coisas fúteis
Parece que o nosso amor só sobrevive assim

Tentei gritar que te amo mais não deu, eu tive medo
E quando me viu chorando, me acolheu, nosso segredo
Parei de brincar de paixão com você há muito tempo atrás
Agora a coisa é séria, te amo demais

Meu amor, vem me fazer feliz
Posso não ser tudo o que você quis
Mas nosso amor não vai acabar tão cedo
Espero que não

Meu amor, quero te fazer mulher
Quero te dar tudo o que você quer
Realizar todos aqueles desejos
De coração

Pois só tenho você em meus sonhos
Não me diga não

03 junho 2008

Site: Vertigo

Um bom site para se inspirar. Vertigo Visual
Vale a pena assistir aos vídeos mesmo que você não entenda a língua.
Ah... cuidado com o volume das caixas de som... pode ser constrangedor.

Modelos de Briefing

"Briefing: é um conjunto de informações passadas em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho, sendo muito utilizadas em administração e na publicidade. O briefing é uma peça fundamental para a elaboração de uma proposta de pesquisa de mercado. É um elemento chave para o planejamento de todas as etapas da pesquisa de acordo com as necessidades do cliente."
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Briefing

Abaixo alguns modelos de briefing para ninguém falar que é impossível criar um.
Os links são de sites que acompanho:
- Bruno Avila
- Emanuel Felipe
O meu modelo está praticamente todo comentado no post anterior.

Lembre-se. Não copie, apenas use como exemplo.

02 junho 2008

Briefing

Outro fator importante para quem está começando na web é o modo como você chega até seu cliente para saber as necessidades dele. Às vezes achamos que estamos certos que nosso layout é o melhor para ele, ou que o que ele precisa mesmo é só um site com as cores da empresa. Você pode até acertar em um ou dois mas nem sempre é assim.
Para saber exatamente o que um cliente deseja, você precisa entrevista-lo corretamente. Isso mesmo, ENTREVISTA.

Você precisa resgatar dele todas as informações possíveis para um bom atendimento e também para mostrar a ele que você não esta ali como um amador, e sim, como um bom profissional. Existem alguns exemplos na internet mas o melhor a fazer é você criar a sua para que fique mais parecido com você. Procure também por "briefing".
O melhor a ser feito é utilizar um modelo impresso e deixar com o cliente para que ele mesmo responda. Procure ser o mais claro possível para que não aja enganos, e tente utilizar a linguagem de usuário.

É bom que você inclua perguntas como sobre estratégia, público-alvo, conteúdo, recursos e aparência do site. Comece com "qual o nome do site?", "por que criá-lo?", "o que ele oferece?", "qual o objetivo dele?", "quem é o público-alvo?", e outras que façam você distinguir o que realmente a pessoa quer fazer.

É bom que você saiba também "quantas páginas ele terá?", "com que frequência ele irá ser atualizado?", "quem irá gerar o conteúdo?", para que você possa combinar uma melhor maneira para manutenção.

Outras perguntas mais obvias mas que não podem ser esquecidas são: "qual site você gosta?", "que cores prefere?", "quem são os concorrentes?".

O "briefing" será uma documentação importante para a contrução do site, por isso, utilize também perguntas que jogarão na mão do cliente as funções dele: "qual formato de material será passado para mim?", "já possui logomarca em formato CDR?".

A análise deste, pode levar ao melhor site para o cliente. Ele mesmo estará participando do processo de criação do site dele. Olha que maravilha.
E não se esqueça. Você só começa a desenvolver após esta resposta dele, deixe isso claro, pois o prazo de desenvolvimento também depende disso.

Até a proxima.