28 fevereiro 2008

Foi Embora

No dia em que você foi embora
Marquei o calendário com azul
E até hoje aqui se comemora
É o dia mais feliz da zona sul

No dia em que você disse adeus
Levando tudo aquilo que eu tinha
Deixou pra tras a minha alegria
E abriu as portas para os sonhos meus

Vai ser feliz pra longe de mim
Te quero distante daqui

Vai ser ruim pra longe de mim
Te quero distante daqui

27 fevereiro 2008

Chuva

** Poema de 03 de Agosto de 2006
Estava chovendo... **

Chuva
(Henrique Corrêa)

Chuva,
Queria fazer alguma coisa
Mas não na chuva
Qualquer coisa
Mas sem chuva
É chato a chuva

Não posso sair de casa
Não posso ligar a TV
Tenho medo de relâmpagos
Não posso ligar o PC
Trovões me deixam em pânico
O que se pode fazer na chuva?

Me enrolo no cobertor
E tento adormecer
Aqui esta muito calor
Porque é que tem que chover?
O meu telefone pifou
Então acho que vou escrever sobre a chuva...

Perdi um dia de lazer
Ganhei cultura
E descobri o que fazer quando chover...

Levante-se e ande


Acreditar no amor / em meio a ilusões fatais.
Viver atormentado / e permanecer ileso.
Sentir na alma a dor / que fere todos os mortais.
Erguer-se para o alvo / mesmo indefeso.

Passar por entre muros de mentiras / sabendo que a única saída / é seguir
em busca do sacrifício de viver.

Cair ensanguentado, / apenas esperando a morte,
é o que me faz forte. / Então vou lutar


Henrique Corrêa - 20/02/2008

Degrau


A
M I
N H A
C A S A
T E M U M
D E G R A U
T E M D O I S
T E M M A I S 1
A I N D A M A I S
T E M U M M O N T E

AH... ASSIM EU ME CANSO...

Henrique Corrêa - 27/02/2008

Obrigado


Entenda o que eu digo
Quando eu digo "Obrigado"
Mesmo quando eu não usar palavras
E entenda quando eu disser "por nada"
Mesmo que pra isso tenha preço
Se puder entender isso eu agradeço
Ou então da mesma forma permaneço
Como se não houvesse nada


Henrique Corrêa (26/02/2008)